quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Casando em casa: cuidados necessários!

 
 Foto: Andresa de Sá

Aqui em Salvador e Região Metropolitana, como a quantidade de espaços para eventos é reduzida, se considerado o aumento do volume de festas a cada ano, muitos casais optam por festejar em residências da família ou mesmo alugar uma casa de temporada para realizar a sua festa de casamento. Isso acontece ainda com mais força nas regiões de praia, onde as opções de espaços são ainda mais escassas.
 
Tem sido crescente o número de festas que temos realizado em residências próprias ou alugadas especialmente para este fim. Com isso, o cuidado com os detalhes precisa ser redobrado, pois uma residência certamente não dispõe da mesma infraestrutura que um espaço montado exclusivamente para abrigar festas de médio e grande porte. É importantíssimo analisar alguns detalhes que podem comprometer o bem estar de seus convidados, a segurança e tranquilidade de sua festa ou mesmo impactar de forma decisiva no seu orçamento:
  • O local possui área coberta suficiente para abrigar seus convidados de uma possível chuva ou sol forte? Apostar na sorte nunca é recomendado. De qualquer forma, é necessária uma cobertura mínima para abrigar mesas de buffet, orquestra ou banda e equipamentos eletrônicos. E o preço de uma cobertura, se somado ao valor do espaço, pode acabar sendo mais salgado que alugar um espaço completo.
  • Os sanitários são suficientes para atender ao volume de convidados? A acessibilidade deles é satisfatória? É importantíssimo também definir quem ficará responsável pela limpeza e reposição constante de material, já que em uma casa de eventos essa é uma preocupação a menos, pois é responsabilidade do espaço.
  • O local oferece risco iminente para crianças? Piscina descoberta, jardins com plantas venenosas, cercas, objetos pontiagudos e cortantes... Muito cuidado com esse item, afinal você não quer que um acidente desagradável interrompa sua festa!
  • O local oferece opções de acessibilidade para idosos e deficientes físicos? Quando você convida sua avó, tia ou alguém muito querido que possui alguma limitação, imagina-se que você, no mínimo, se preocupará com seu bem estar, não?
  • Acontecimentos recentes veiculados na mídia mostram o quanto é importante avaliar se o local possui saídas suficientes em caso de incidentes ou mesmo equipamentos de segurança, como extintores de incêndio, por exemplo. É a velha máxima: é algo de que esperamos nunca precisar, mas quem pode prever?
  • É importantíssimo também verificar junto ao condomínio restrições e horários de acesso de fornecedores, carga e descarga e todas as demais normas. E todos os fornecedores devem estar totalmente alinhados com estas regras. É importantíssimo realizar uma reunião ou contato com o administrador para esclarecer dúvidas.
  • Por se tratar de área residencial, é muito provável que haja restrições em termos de duração da festa e volume do som. Converse com a vizinhança e programe sua festa de forma que não interfira negativamente na rotina do local, pois você corre sério risco de ter sua festa interrompida no auge.
  • Nas proximidades há estacionamento disponível para os veículos de seus convidados? É um local próximo ou muito distante? É sempre recomendado contratar um serviço de manobristas qualificado e verificar quais são os possíveis locais para acomodação dos carros. Se o estacionamento for muito distante, lembre-se de solicitar motoboys à empresa de vallet para agilizar o serviço e evitar filas de carros. Lembre-se também de deixar orientadores de tráfego responsáveis por instruir os motoristas para que evitem estacionar em locais inconvenientes, como portas de garagens vizinhas, ao longo da via, etc...
  • A casa escolhida fica em uma região de fácil acesso e segura para seus convidados? Caso contrário, você corre um risco altíssimo de ter um alto índice de faltas a sua festa. Independente disso, contrate também um serviço de segurança qualificado para o período da festa.
  • Quando se contrata um espaço de eventos, o contratado é responsável por oferecer a casa em ótimas condições de utilização. Em se tratando de uma casa não especializada, certifique-se de inserir em contrato uma cláusula que assegure que a casa será entregue a vocês em boas condições de conservação para realização da festa. Procurem deixar claro também as responsabilidade com relação à manutenção no pós-festa em caso de incidentes.
  • Por fim, verifique junto ao condomínio, prefeitura e órgãos fiscalizadores se é necessária alguma autorização prévia ou pagamento de algum tributo para autorização do evento. Evite surpresas desagradáveis!

sexta-feira, 9 de agosto de 2013

Papelaria de scrapbooking


Para as noivas adeptas do DIY, está aí mais uma idéia super bacana! As placas para reserva de lugares especiais na cerimônia foram feitas utilizando as técnicas de scrapbooking.
 
No entanto, na minha opinião, mais divertido ainda, foi o kit para saída dos noivos colocado nas cadeiras do corredor: três bolas de papel e uma mensagem instruindo os convidados a agitarem e aclamarem na saída do casal.

 
Divertido, não?

quarta-feira, 7 de agosto de 2013

Balão Save the Date

É, no mínimo, inusitada a proposta deste Save the Date. O então convidado do casamento recebe um cartão com uma mensagem e uma bexiga, que quando, cheia, traz a data e informações básicas sobre o casamento. Criativo!


 
 

segunda-feira, 5 de agosto de 2013

Centro de mesa doce

Achei essa alternativa interessante para quem que inovar na forma de servir o bolo de casamento e ainda incrementar a decoração com um centro de mesa de convidados divertido e inovador. Neste caso, bolos pequenos, suficientes para servir os convidados da mesa, com pés de porcelana e a numeração da mesa fixada, substituíram o tradicional bolo de corte, que sai da cozinha para ser servido aos convidados. Assim cada um se serve no momento que julgar adequado! Bastante apropriado para casamentos mais descontraídos e informais.
 
Além disso, as mesas ficaram lindas com esses bolinhos, não?

 
 

sexta-feira, 2 de agosto de 2013

Porta guardanapos natural

 
Idéia simples e econômica para incrementar a mesa de um almoço de casamento! Porta guardanapos naturais, feitos com raminhos de flores e cordão de sisal. Outro detalhe interessante, é que, ao invés de mesa posta, com sousplats, talheres nas laterais e o guardanapo na posição tradicional, neste caso foram disponibilizados kits prontos com talheres e guardanapos, todos reunidos na mesa de apoio onde foi disponibilizada a louça, para que cada um retire o seu.
 

Related Posts with Thumbnails